<listing id="vpfj7"><meter id="vpfj7"><ins id="vpfj7"></ins></meter></listing><menuitem id="vpfj7"></menuitem>

<noframes id="vpfj7"><thead id="vpfj7"></thead>
    <track id="vpfj7"><thead id="vpfj7"></thead></track>

<dfn id="vpfj7"><dfn id="vpfj7"><i id="vpfj7"></i></dfn></dfn>
<track id="vpfj7"><thead id="vpfj7"></thead></track><meter id="vpfj7"></meter>

<sub id="vpfj7"><meter id="vpfj7"></meter></sub>

<meter id="vpfj7"></meter>

<thead id="vpfj7"></thead>
    <progress id="vpfj7"></progress>

        Rússia está disposta a fazer media??o entre Síria e Turquia

        Fonte: Diário do Povo Online    17.10.2019 14h57

        Passou-se uma semana desde que a Turquia iniciou o seu ataque à Síria, e a situa??o vem mudando diariamente, com a Rússia agora tentando mediar o conflito.

        A ofensiva da Turquia no território curdo do norte da Síria, entrando agora no seu sétimo dia, levou dezenas de milhares de pessoas a fugir de casa e causou dezenas de mortes.

        Embora os Estados Unidos tenham afirmado estar retirando suas 1,000 tropas remanescentes do nordeste da Síria, a Rússia está tentando preencher o vazio deixado pelos EUA.

        O presidente russo Vladimir Putin falou com o seu homólogo Turco Recep Tayyip Erdogan sobre a Síria por telefone e convidou-o a visitar a Rússia nos próximos dias.

        O Kremlin disse mais tarde na ter?a-feira (15), que na conversa telef?nica, Putin e Erdogan concordaram em garantir a integridade territorial da Síria.

        "Vladimir Putin convidou Tayyip Erdogan para vir à Rússia com uma visita de trabalho nos próximos dias. O convite foi aceito", disse o Kremlin numa declara??o, acrescentando que os líderes também discutiram a necessidade de evitar possíveis conflitos entre as for?as turcas e sírias.

        Na quarta-feira (16), o ministro das Rela??es Exteriores russo, Sergei Lavrov, disse que Moscou encorajará o governo sírio e as for?as curdas a chegarem a um acordo. A lideran?a curda das For?as Democráticas Sírias, ou SDF, anunciou uma alian?a com o governo sírio para combater os turcos em 15 de outubro.

        Com os críticos de Trump dizendo que ele entregou o destino dos aliados dos EUA e estende-se da Síria para o controle russo, Washington tentou minimizar o papel de Moscou.

        Enquanto a Rússia tenta mediar entre vários partidos, Erdogan ainda se recusa a parar a ofensiva militar da Turquia no nordeste da Síria no final da ter?a-feira, apesar da press?o crescente dos EUA, que anunciou san??es limitadas sobre a Turquia e enviará seu vice-presidente Mike Pence a Ancara na quarta-feira para tentar chegar a um acordo de cessar-fogo.

        Erdogan disse que afirmou a Trump que Ancara nunca poderia "declarar um cessar-fogo" ou negociar com "terroristas" referindo-se ao SDF-até que eles sejam eliminados das fronteiras da Turquia.

        Os combatentes curdos sírios s?o vistos pela Turquia como terroristas devido aos seus la?os com o Partido dos Trabalhadores do Curdist?o, fora da lei, que travou uma batalha de 35 anos pela autonomia dentro da Turquia.

        (Web editor: Renato Lu, editor)

        0 comentários

        • Usuário:
        • Comentar:

        Wechat

        Conta oficial de Wechat da vers?o em português do Diário do Povo Online

        Mais lidos

        安卓手机棋牌官网