<listing id="vpfj7"><meter id="vpfj7"><ins id="vpfj7"></ins></meter></listing><menuitem id="vpfj7"></menuitem>

<noframes id="vpfj7"><thead id="vpfj7"></thead>
    <track id="vpfj7"><thead id="vpfj7"></thead></track>

<dfn id="vpfj7"><dfn id="vpfj7"><i id="vpfj7"></i></dfn></dfn>
<track id="vpfj7"><thead id="vpfj7"></thead></track><meter id="vpfj7"></meter>

<sub id="vpfj7"><meter id="vpfj7"></meter></sub>

<meter id="vpfj7"></meter>

<thead id="vpfj7"></thead>
    <progress id="vpfj7"></progress>

        Como a China foi capaz de tornar-se a maior contribuinte para a redu??o global da pobreza?

        Fonte: Diário do Povo Online    22.10.2019 15h01

        Depois de a China aplicar a política de Reforma e Abertura, a popula??o pobre do país reduziu drasticamente. Entre 2013 a 2018, mais de 80 milh?es de pessoas em áreas rurais foram retiradas da linha abaixo da pobreza; entretanto, a incidência de pobreza do país caiu de 10,2 por cento a 1,7 por cento, e 436 de seus 832 condados que anteriormente sofriam de pobreza extrema saíram da miséria.

        Como pode um país que n?o tinha comida e roupas suficientes para o seu povo há setenta anos, confrontado com uma incidência de pobreza de mais de 97,5 por cento no final de 1978, tornar-se o maior contribuinte do mundo para a redu??o global da pobreza?

        Vantagens institucionais insubstituíveis

        A maior vantagem política da China é que, sob a lideran?a do Partido Comunista da China (PCCh), o sistema socialista nos permite concentrar nossos esfor?os em realizar grandes feitos.

        Para reduzir a pobreza, desde o 18o Congresso Nacional do PCCh, o Comitê Central do Partido e órg?os do Estado selecionaram 1.727 quadros para ajudar neste objetivo, e investiram ou introduziram 71,4 bilh?es de yuans (cerca de $10 bilh?es de dólares) em fundos de assistência.

        De acordo com os dados do Ministério das Finan?as, de 2001 a 2010, o Governo Central atribuiu mais de 144 bilh?es de yuans à redu??o da pobreza, enquanto o mesmo atribuiu 126,1 bilh?es de yuans aos governos locais para a redu??o da pobreza em 2019.

        Além disso, as disposi??es institucionais dos níveis central e local desempenham um papel indispensável na otimiza??o da aloca??o dos recursos nacionais. Depois de setenta anos de esfor?os contínuos, especialmente desde o 18o Congresso Nacional do PCCh, a China elaborou um padr?o de redu??o da pobreza "três em um" com um modelo de redu??o da pobreza, que inclui a redu??o da pobreza, redu??o da pobreza industrial e redu??o da pobreza social.

        Como funciona a redu??o da pobreza da China? Temos todo um sistema nacional que nenhum país pode aprender", Guo Xiaoming, vice-presidente da Academia de Ciências Sociais de Sichuan resumiu.

        Práticas de redu??o da pobreza em conformidade com as condi??es locais

        Para promover a redu??o da pobreza orientada para o desenvolvimento e impulsionar o desenvolvimento social e econ?mico, é necessário, em primeiro lugar, definir a abordagem correta, disse o presidente chinês Xi Jinping, salientando que um plano deve satisfazer as condi??es locais.

        O condado de Luanping, da cidade de Chengde, província de Hebei, no norte da China, é um alvo fundamental para os esfor?os de redu??o da pobreza do Diário do Povo. Em 2017, com a assistência do Diário do Povo, um projeto de usina fotovoltaica de 60-megawatt foi iniciado na vila Yuying, no condado de Luanping.

        Até agora, o projeto tem fornecido empregos para mais de 200 pessoas da Vila de Yuying, com cada trabalhador ganhando em média 150 a 200 yuan por dia. Atualmente, há apenas uma família na vila de Yuying que ainda está abaixo da linha de pobreza, e a incidência de pobreza na aldeia caiu de 36.1 por cento em 2014 para o atual 0.2 por cento.

        Este é um caso típico da China, e pode servir de modelo para outros países em desenvolvimento no ajustamento das medidas de redu??o da pobreza às condi??es locais, disse Devanand Ramiah, Residente Adjunto do Programa das Na??es Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) na China.

        Assistência por todo o país

        A província de Guizhou, no sudoeste da China, um campo de batalha da campanha de erradica??o da pobreza do país, é uma testemunha importante do poder dos esfor?os concentrados.

        Desde o início deste ano, Guizhou recebeu a ajuda de muitas cidades de todo o país, incluindo Shanghai, Guangzhou, Hangzhou e Dalian, de acordo com Peng Jinbin, inspetor do Escritório para Alívio da Pobreza e Desenvolvimento da província de Guizhou. Ele explicou que essas cidades vieram para ajudar Guizhou com um senso de responsabilidade, boa vontade e capital.

        Em julho deste ano, várias cidades realizaram 11 reuni?es conjuntas a nível municipal ou acima dela, realizaram visitas mútuas envolvendo 300 viagens de pessoas separadamente, confirmaram a assistência financeira planejada relacionada com o alívio da pobreza, que valia 2,7 bilh?es de yuans, e enviaram um total de 215 funcionários e 1.330 profissionais e técnicos para Guizhou a fim de realizar tarefas voltadas para a erradica??o da pobreza.

        Como diz um ditado chinês, quando as pessoas trabalham com uma mente, elas podem até mesmo remover o Monte Taishan, tais milagres criados por esfor?os conjuntos em Guizhou est?o acontecendo em toda a China.

        Autoridades por trás da campanha de redu??o da pobreza

        Hoje, 206.000 funcionários selecionados de todo o país servem como chefes de comitês do Partido em vilas pobres, com 700,000 funcionários vivendo e trabalhando em aldeias, 1,974,000 funcionários nas cidades, e milh?es de líderes de vilas locais. Eles est?o na linha de frente do combate à pobreza orientado para garantir que a assistência chegue às famílias atingidas pela pobreza.

        Ao longo das últimas sete décadas, a China criou um sistema de elimina??o da pobreza com características chinesas, estabelecendo a estratégia básica de redu??o e elimina??o específicas da pobreza. As suas notáveis realiza??es na redu??o da pobreza constar?o em destaque na história da luta da humanidade pela erradica??o da pobreza.

        No final deste ano, cerca de 95 por cento daqueles que vivem abaixo do limite de pobreza atual e mais de 90 por cento de todos os condados pobres devem ser retirados da pobreza. Com mais um ano de trabalho duro, a pobreza absoluta na China ficará no passado.

        (Web editor: Renato Lu, editor)

        0 comentários

        • Usuário:
        • Comentar:

        Wechat

        Conta oficial de Wechat da vers?o em português do Diário do Povo Online

        Mais lidos

        安卓手机棋牌官网